A VOZ DO SARGENTO PIMENTA


LIMPANDO-SE COM DINHEIRO

Saudações Caríssimos e Caríssimas

Há algum tempo governo e clubes de futebol – sob a vigilância do grupo Bom Senso FC – iniciaram negociações para que dívidas referentes a impostos e outros tributos sejam “renegociados”. Engraçado. Já não é de hoje que a bolsa da Viúva é atacada pelos clubes de futebol do país. Loterias esportivas, timesmania, leis especiais. Essas e outras facilidades que nenhuma empresa séria ou um cidadão comum teria todos os times têm. Vejam que ironia: os times gozam de uma benesse na lei tributária em razão de serem “organizações sem fins lucrativos”. Sem fins lucrativos! Peguemos o caso mais emblemático. O Corinthians, no ano em que foi rebaixado, 2007, possuía uma dívida de 120 milhões de reais. Passados menos de 10 anos o clube amealhou patrocínios milionários, algo em torno de 30 milhões/ano, cotas de tv de 100 milhas anuais, fora o belo incentivo de 400 paus em isenções fiscais para construir seu estádio a título de servir para abertura da Copa do Mundo. Durante a tal renegociação das dívidas, adivinhem quem era um dos clubes chorando miséria? Ganha um ingresso de 80 pilas – preço médio cobrado nos últimos jogos - para a próxima partida deste clube. O Corinthians é só um dos  casos escabrosos e corruptos que assolam o futebol brasileiro. Há clubes que também devem os tubos ao governo – traduzindo: para você contribuinte – e contratam jogadores a 600 mil por mês! Outros adiantam cotas milionárias com a Rede Globo, fecham contratos nababescos com patrocínio e fornecimento de material esportivo e têm o privilégio de ser considerada instituição sem fins lucrativos?! E ainda por cima não pagam nada do que devem? Onde então foi parar todo este dinheiro? Será que utilizaram o dinheiro como na ilustração do post? Todos os clubes das primeiras divisões devem zilhões ao governo, fora a seus próprios funcionários, atletas, INSS,...

A grande questão é que até agora, por razões óbvias, os governos ao longo dos anos sempre fizeram vista grossa para o explícito uso lucrativo do futebol e que beneficia meia dúzia de cartolas. A paixão que este esporte causa, aliado a um perverso jogo de interesses fizeram com que, em nome, dele, tudo seja válido. 2+2 pode dar 8, atletas nitidamente ignorantes transformados em “exemplos de vida”, ignorar as leis como regra. Qualquer absurdo se justifica em nome do esporte, afinal aqui é o “país do futebol”.

Há menos de um mês a seleção alemã nos jogou na cova e a holandesa terminou o enterro. Ficou patente que o tal “jeitinho”, a tal da “ginga”, a “malandragem” não foram páreo para o estudo, a metodologia, o esforço coletivo alemão. A proporção foi de 7x1, podendo ter sido 10x0. O fato é que desde que o futebol profissionalizou-se, por volta de 1974, o futebol brasileiro ficou 24 anjos sem ganhar uma copa e só venceu em 94 por pura falta de adversários de qualidade, tal como em 2002. Fomos o único país que teve jogo oficial dois dias após a final da Copa. Os outros países estão com o futebol em férias. As nações que sempre estão na ponta dos esportes como EUA, Alemanha, Inglaterra, China assim o são, pois investem no esporte no seio de sua juventude, ou seja, dentro das escolas. Os clubes alemães montam dentro de escolas públicas alemãs centros moderníssimos de treinamento. Ganha o país, ganha o jovem, ganha o torcedor. E no Brasil? Clubes (traduzindo, dirigentes) faturam milhões, não pagam um tostão de suas dívidas e ainda têm o aval dos governos. A Rede Globo, que junto com a CBF é proprietária do futebol brasileiro já iniciou campanha para que as dívidas sejam perdoadas. Essa mesma empresa é uma das grandes responsáveis pela decadência do futebol brasileiro. Primeiro porque paga quase o dobro das cotas de TV a apenas dois clubes em detrimento dos demais. Segundo que bloqueia qualquer tentativa de mudança no calendário, mais incisivamente na redução do número de jogos e na antecipação do infame horário dos jogos de quarta-feira, 22:00, caso único no mundo! Por essas e outras várias que não vi motivo nenhum para torcer pelo Brasil na copa. A lavagem cerebral nos dias do mundial, aliado a toda essa bandalheira que reina no futebol desde sempre é que faz com que a cada dia muita gente pegue aversão a este tão apaixonante esporte. Mas não tem problema, afinal só nóis é penta!

O SARGENTO

Este post foi feito ao som de Nada Será Como Antes do Clube da Esquina

 

 



Escrito por SGT. PIMENTA às 17h01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, PRAIA GRANDE, VILA MIRIM, Homem, de 26 a 35 anos, Kinyarwanda, Armenian, Viagens, Sexo
Histórico
Outros sites
  WHIPLASH
  HOMEM CHAVÃO
  KISS ARMY BRASIL
  LIVROS GRÁTIS
  VIGILANTES DA DEMOCRACIA
  BLOG MINGAU DE AÇO
Votação
  Dê uma nota para meu blog